sábado, 15 de março de 2014

Dentes Caninos


O dente canino é uma espécie de dente que compõe a arcada de humanos e de alguns animais. Esses dentes possuem a forma de cone e sua função é a de perfurar os alimentos (por isso os caninos são mais desenvolvidos em certos animais carnívoros) e é, geralmente, o mais pontiagudo e comprido dos dentes.

















sexta-feira, 14 de março de 2014

I'm about to lose my mind, haha

É pra falar sobre o que me afeta? Então, na ebriedade da sexta  a noite (ebriedade, haha, uma referencia ao ULTRA) medíocre de uma brasília que eu tento a todo custo transformar em Manhattan, eu coloco aqui o poema do meu ex namorado, que insiste em reverberar em mim, e que demonstra todo o meu medo da vida e das coisas verdadeiras. Rogério Luiz, você permanece. 


Tenho um coração e todo sentimento do mundo.
Quero ir pras minas do norte na missão de Paschoal Carlos Magno
mas logo
amo  e refaço num átimo meu planejamento familiar
ao passo que me perpassa outro desejo
e me penso andarilho sozinho
salgando o mar com minhas lagrimas de fel
ao ver que na areia todas as pessoas são mesmo lindas.
Penso na boemia
e nas linhas de trem que eu cowboy fito com minha câmera subjetiva
e naquela noivinha com vestido de toalha de mesa
que fujo com ela num ônibus amarelo
Dividir meu coração na ventoinha do seu liquidificador
enquanto raimundo fagner chora sua jura secreta
talvez seja a solução mas nunca uma rima...
Coração é vasto
dizem que também um pote de terra em que nunca ninguém pisou
nem mesmo eu sei o que sinto
até mesmo eu desconheço a matéria dos desejos que trago comigo
 E que sabor teria a polpa deliciosíssima do meu nada?
Será que doce como esse meu nosso tédio?
Depois, o silêncio
e depois de depois minhas forças internas se reunindo na sala da justiça
pra criar a imagem que melhor te transponha:
- ninguém,
nem mesmo um rato que se refestela num prato de leite cujo dono é um gato que lá vem
foi tão feliz quanto nós!
é a paixão de Cristo do Anonimato:

morro sem nunca ter entrado na história.



(E outra, acabo de descobrir descobrir que meu Vinícius só quer me pegar quando está bebado porque ele é gay. aí. complexo.)

quarta-feira, 12 de março de 2014

Pensamentos soltos não traduzidos

Eu queria regar as flores que havia plantado. Talvez eu cause muitos problemas com essa ideia de querer o quisto por todo mundo e todos os que me cercam.

Eu quero ser forte, eu quero temer também. Eu quero tantas coisas que são quistas e isso sim, pode causar constrangimento.

Um homem que pisa na lua, faz uma rabiola e apara o mundo por ela.

Hoje estão vindo aleatórias e caóticas, as coisas. Assim estou... caótica, cheia de amor e ódio transitando na frente do cérebro recortado por um alvoroço todo. Um misto de orgia mental e egocentrismo.

Hoje deixei a sintaxe de lado. Quero tanto ser dadaísta, concretista. Quero um texto topicalizado. Eu quero tantas coisas que são quistas e isso sim pode causar.

Ao amor e o ódio um descanso, porra, todo dia ao seu redor o mundo gira. Um redemoinho, no mar e na cabeça.

Eu te amo! O problema é tão seu quanto meu. Já que o amor me incomodando anda e anda, longe e longe. E anda e Anda, bling, blong, bling, blong.

Um beijo aos Deuses que compactuam com este momento lisérgico e amoroso entre nós. Um momento que deixo Guy Deborard, Walter Benjamin, Aluízio Azevedo e coloco a bundinha a mostra. Nessa mesma hora a ambulância passa e frita meu cérebro com um docinho qualquer.

Eu queria o qualquer, mas a negação dele me afeta muito mais do que a vida. Existir negando o qualquer é bem mais interessante que existir.

Um brinde ao vinho, ao fumo e à imortalidade da alma e de repente me lembro da obra outra, que barata e rato come e bebe do nosso lado. Chora, chora, chora. E depois canta pra você. Eu gosto.

Não é que eu queira dizer nada com nada, mas também não quero me explicar, porque explicações são bem enjoadas, sabe de uma coisa, já to explicando, pssssssiu.

Toca o foda-se junto com uma progressão em 'Am', aí fuma um charuto e toda a melancolia tá pronta pra ser digerida e deglutida e... mastigada!

Junto com a melancolia, quero mastigar sua carne, você que me sabe dar o amor que há nessa vida e até em São Paulo. Tá lendo isso, tá pensando: "é comigo!"
É mesmo!!!

Verso livre do meu Soneto.

Motivo dos meus sorrisos

Hoje é dia de descanso.

Deixa girar fora do eixo do amor, porque essa quarta-feira tá modorrenta!

sonho traumatizador #1

idade: desconhecida
Em Brasília a mais alta moda entre os adolescentes moderninhos é costurar com uma linha, a la zumbi do Abracadabra, a boca unindo os dois lábios, cortar fora na altura dos joelhos as duas pernas e se pendurar com uma corrente pressa aos braços em um poço, tipo da branca de Neve. E lá ficar, pra sempre.
E eu querendo ser moderninha pedia e pedia para minha mãe deixar eu fazer isso. Até. O dia do meu aniversário, de presente ela me dá uma linha grossa preta e uma agulha gigantosa. Eu já sei o que isso significa. Sinto um misto de medo e incredulidade. Minha Mãe me leva ao eixo monumental, lugar preferido da garotada botar seus poços. O eixo cheio de adolescentes pendurados pelos braços. Ela me mostra meu poço. Faz sol. Acho o sol incoerente c a situação. Sinto muito Medo. Sou teimosa demais pra desistir agora. Busco na cabeça uma boa desculpa pra não fazer isso. Nunca deixaria que minha covardia viesse a público. Não tinha volta. Ah, se arrependimento matasse. Com lágrimas nos olhos começo a costurar.

acordo.
.................

O incrível alívio de acordar de um pesadelo.

segunda-feira, 10 de março de 2014

"Vocês não dizem nada"

"É muito difícil viver num mundo menos violento que você."

Talvez o mesmo que dizer, "Sou a pessoa mais inteligente do mundo!"
Não é que nem "Meu filho, você é o ser mais lindo do mundo."

Eu não estou errada! Sou único.
Bruxa!

Violência com quem se propõe a ler algo e não ser comunicada de nada... É uma lástima.
Justificativas são feitas para se comunicar o objeto do que se propõe.
Talvez seja melhor rever alguns conceitos e significados. Existem muitos tipos de dicionários na internet. Procure e verá.

Pois, "Caros Carros Chegam Cheios de Corruptos Cheirosos e Cheiradores, Capitalistas e Comunistas. Comemoram Casamentos com Chupetas, Chapagnes, na Chique Capital."
Diana Poranga

GOOGLE IMAGENS: ENTREGA


Lemos muita coisa com cara de inteligente por aí. Dylan disse pra Lennon "vocês não dizem nada".