quinta-feira, 27 de setembro de 2012

ULTRA-ROMÂNTICO chegando...


O sentimento que me rodeia, uma vontade de nem sei o que... é flor da pele. É sangue. E sangue tem um potencial arrasador.
A trajetória foi longa, mas neste lugar de criação o tempo ganha as nuances da relatividade. O tempo!
O resultado poderia ter sido outro, mas foi este, nem melhor, nem pior. ESSE FOI! Uma taverna regada de punk, uma taverneira disfarçada de músico, a melhor das cidades. Uma pitada de androgenia, antropofagia, e muita solidão. Isso é ULTRA-ROMÂNTICO, a nossa peça-festa, o amor corrente que se mistura com a lama e a carcaça dos morcegos, ratos e baratas que se acumularam no canto da parede pichada. Estão crocantes.
Todos estamos ébrios, assim permanecemos, vinho! Mais uma garrafa. Mais uma! Estão lá no cantinho. No último ensaio, esbarramos em uma delas e saiu uma barata, bem grande. Os gritos se impostam, a energia de todos os ingredientes desta cerimônia, a força de um lugar perdido ao sol de uma sexta-feira 13. Paradoxal se você esperava uma lua cheia. Não espere nada, absolutamente nada. Foram tantos elementos, rememorar todos seria tarefa árdua. Algumas coisas se perderam no meio do caminho, tinha pedra. Outros elementos foram acrescidos a esta coisa gerada. Um tênis digno de lixo, alguns rabiscos no diário de bordo e uma peça... Foi um processo devastador, aglutinador, destruindo para reconstruir, doloroso!







 

 

 

doloroso...

PRAZEROSO! 

doloroso!


 



 




 


 

Estamos a 8 passos do precipício... 

 

 

 

 Estamos felizes!



 

*Dia 05, 06 e 07 de outubro, primeira semana. No CONIC (entrada por trás, ao lado da Casa do Chocolate). Sexta e sábado as 21h. Domingo as 20h. No sábado tem uma festa que dura até 5 da manhã. Quem for à peça na sexta ganha um vale-festa para dia 06, válido até meia noite. Quem for a peça no domingo, ganha um vale-festa para o sábado seguinte.