sábado, 14 de abril de 2012

Moda Punk


Essa semana, foi o aniversário de nada mais nada menos que Vivienne Westwood!!!
Mas que é essa Iza?
Estilista. Não qualquer... é uma das principais repercussoras da moda punk e new wave...
ok, vale o post da semana!



Aos 17 anos mudou-se para Londres, onde dava aulas de inglês e casou-se com seu primeiro marido, Derek Westwood, com quem teve um filho. Estudou moda por pouco tempo na Faculdade de Arte de Harrow, mas não acreditava que uma pessoa como ela pudesse viver no mundo da arte.
Influenciada pelo clima rebelde da década de 1960 decidiu divorciar-se, conheceu seu futuro sócio, Malcolm McLaren, casou-se com ele e teve outro filho.
A relação profissional entre Vivienne e Malcolm fez com que em 1971, inspirados pelo rock original dos anos 50 fundassem sua primeira loja, Let it Rock. A partir disto a estilista começou a criar roupas visando o público marginalizado das periferias de Londres. Devido a uma série de polêmicas e problemas com a justiça mudaram o nome da loja várias vezes, sendo o último e mais conhecido o nome Sex. Na mesma época seu marido era produtor da banda SEX PISTOLS. Vivienne vestia essa e outras bandas, por isso ficou conhecida como estilista-punk.
Em meados da década de 1980 ela se divorcia e muda-se para a Itália, passa a dar aulas na Academia de Artes Aplicadas de Viena, onde conhece seu atual marido Marc Andréas.
Em 1981 Vivienne cria então sua primeira coleção, Pirates, apresentando looks com cortes inspirados nos século XVII e XVIII; algo “romântico” com um olhar histórico.

Terminado seu casamento com Malcolm McLaren, e com seus horizontes expandidos passa a criar roupas ligadas à história da moda e do mundo, com muito exagero, e cores gritantes. Seu nome aparecia cada vez mais forte na moda.
Em 1987 fez sua primeira coleção para o público masculino mostrando muito erotismo. Nos anos seguintes continuou causando polêmica, como em 1994 em que a bunda da galera ficava exposta na passarela.
Vivienne influencia gostos, pessoas e atitudes. Seu trabalho proporcionou uma retrospectiva no Museu Victoria & Albert de Londres; exibição com 150 peças e passagens significativas de sua vida e carreira.

Ela é excêntrica, provocadora e irreverente. Cria roupas com motivos políticos, críticas sociais, temas eróticos, com muito preto, vermelho, cores fortes, couro, correntes e rasgos. Mescla a cultura jovem com o tradicionalismo. Seus ícones são espartilhos, saltos plataformas, tecidos originalmente britânicos, exageros no corte e na forma, saias com movimento e terninhos.
Vivienne procura sempre deixar bem clara sua opinião e seu gosto, desde suas primeiras criações. É atenta aos acontecimentos do mundo, procurando transparecer em suas roupas os seus ideais.



Mas... será que isso é ser punk? kkkk


Até semana que vem com mais histórias picantes...

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Flamenco Punk

Não consigo parar de ouvir !!!



 

                                                                                Flamenco Punk ( 2011 by fftang)

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Buceta Agressiva

domingo, 8 de abril de 2012

O Ultraromântico

As muitas poses do adolescente entediado, gênio precoce, poeta da dúvida, ultraromântico 
Álvares de Azevedo direto da Ilha de Caras...