sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Proposta do PAPAI

"O que vamos fazer HOJE às 21h, filhinhas???" - "Ah! Eu sei a reposta! Vamos ao teatrinho underground e amanhã assistimos à reprise da novela!"



PESQUISA GOOGLE: FILHINHAS 
https://www.google.com.br/search?q=filhinhas&um=1&hl=pt-BR&biw=1365&bih=665&tbm=isch&oq=filhinhas&gs_l=img.12...0.0.0.378486.0.0.0.0.0.0.0.0..0.0...0.0...1c.DlgAJ2kzrs8

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Álvares de Azevedo diz:


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

MANIFESTO



Sou ULTRA-ROMÂNTICO cheio de ideias. Sou jovem entediado com o silêncio e as burocracias de uma chique cidade. Eu ainda quero diversão, mas não tenho aonde ir. Tenho como principal foco de ANTI-MONOTONIA os botecos da minha cidade. Botecos que fecham meia noite! Ou seja, no meio da noite. Quando o desejo dessa história de início, meio e fim estaria ganhando o seu momento de êxtasy. À meia noite é quando nossas lobas querem sair dos nossos corpos e, furiosas, gozam de seu CLÍMAX APOTEÓTICO! É quando as energias estão suficientemente calibradas para enfrentar uma jornada etílico-licérgica de emoções exageradas. A NOITE é quem permite tal cruzada. Quando os adultos dormem, os rebeldes mostram quem realmente são.

Poderíamos dizer que esse desejo juvenil não passa de uma fase da vida, ou até um capricho de garot@s mimad@s. Mas é muito difícil acreditar que essa FASE não represente um momento importante na vida de um ser humano. Não é possível que nenhum presidente, médico, operador, adulto, velho, não tenha passado por momentos em que seus corpos necessitassem de fúria e esplendor. Que seus corpos nunca tiveram uma febre descontrolável, retentora de energias cinéticas sedentas por extra-expurgação. 

Não pretendo me conformar com "achismos". Apenas tento levar em conta repetições nas múltiplas jornadas do HERÓI e da HEROÍNA. Mas posso dizer por mim:


PRECISO DE BARULHO
NECESSITO DIVERSÃO
DESEJO, DESEJO, DESEJO, DESEJO

A NOITE

PORQUE SOU UM JOVEM
ULTRA-ROMÂNTICO!


terça-feira, 16 de outubro de 2012

Entrevista CBN - Peça Ultra-Romântico

CBN cultura...

Fotos da festa ULTRA!

Gente feia que compareceu na festa ULTRA!, algumas imagens do que rolou. DEPOIS TEM MAIS!!!








NÃO DEIXE DE SE ACABAR NA PRÓXIMA PEÇA FESTA
ULTRA! 3

#ULTRA! 3



VEJA O EVENTO AQUI!






O lado amargo

Adoro festas.
Quem me conhece sabe de verdade o quanto eu gosto de dançar e ver a camisa molhando de suor, morrer de rir, brincar e estar com meus amigos.

Lindo! Na nossa festa do bambuzal todos tinham uma função, O Fernando ia vender cocaína russa (e ele gosta disso, kkk). O Tiago ficou por montar tudo. O Kael driblando as intempéries de fazer uma festa no meio do mato. O Glauber idealizando a festa como um todo. Karinne e Fernanda fazendo contas.
E, o lado bom de trabalhar com amigos, é saber que eles te conhecem... Estou dizendo isso, porque minha função na festa era me divertir. Só essa! Me divertir!!! Foi muito legal, me diverti mesmo...

E agora exatamente no meio da minha jornada, eu penso que eu deveria ter aproveitado muito mais esse tempo de divertimento, apenas ele, sem mistificação alguma. Ele por ele. Dança por dança. Beijo por beijo. After sem cálculos.

Pois conhecendo o lado amargo da festa, é sangue por sangue e lodo por lodo. E nada mais além de faíscas.

Alvará, ECAD, Juizado, CONICveidaporra, strobo, DJs, CAIXA, bar, segurança, brigadista, bilheteiro, cabocerveja, traz+cerveja, pau-som, conserta-som, volta-som, consertonão, volta pra o lugar da taverneira, pau-som, sobe-cadeira, ufa,cabô. Reclamam- #cabôbaianidadesporra?, elogiam #poderiatoca+", povoláfora, entrapovo, saipovo, calcula, calcula, apagincêndio. segurançaquercasinha, podenãonein, contratinhoaté7, mandimbora, izadismanda.

E dança... mas com vigor mortis, et nunc. Just dance!!! That's impossible.
Pára pra ver como está a bilheteria, quer cama, sem ninguém, só cama. travesseiro de oncinha peluda e mais nada. Pode não, vai dançar que acorda!

E cá estamos indo pra terceira festa, mais fortes que ontem, mais fracos que amanhã, mas tão fracos quanto um graveto verde de uma goiabeira, que enveeeeeeeeeeeeeerga e volta. O céu é tão cinza e embassado que... porra?!

Exatamente a 01:55 da manhã coloco a música do Evanescence e começo a escrever esse post. Peguete fala comigo no face, "cara, hoje eu num to boa!", ele some. Música que eu usei na minha cena de mulher do comandante, antes disso tudo aqui se tornar realidade. Totalmente equivocada, eu sei, mas me ajuda a sofrer mais rápido, sofro tudo logo de uma vez e nesta última linha as lágrimas já secaram e eu to pronta pra próxima pancada.

Estamos.
Acabando a cada dia, uns dias mais que os outros. Mas hoje ainda estamos juntos...