terça-feira, 26 de março de 2013

Mais um dia como qualquer outro poderia ser.

"Adorei sua moto. Eu te amo, Brad. - Eu também te amo, xuxu. - Nós aqui, eu e você nessa cidade deserta. - Preciso voltar para os EEUU. - Não! Fique comigo. - Eu te amo. Preciso terminar com Angelina..."

TRIMMM!

Cobertor. Chuva. Janela. Soneca.

"Eu te amo, Brad..."

Trim! Soneca. Trim! Soneca. Trim!

Chinela. Espelho. Água. Pasta. Escova. Listerine. Regador. Fome. Água. Soneca. Brad. Relógio. Cueca. Bermuda. Desodorante. Camiseta. Meia. Talco. Tênis. Relógio. Cadernos. Livro. Documento. Dinheiro. Bolsa. Espelho. Relógio. Porta 1. Porta 2. Escada. Porta 3. Chave. Carro. Quebra-mola. Cachorro. Balão. Sinal. Relógio.

Rampa. Corredor. Simpatia matinal. Espelho. Sala. Tênis. Meia. Talco. Corrida. Arroto. Dor. Cadeira. Chão. Poeira. Ácaros. Madeira. Briga. Relógio. Cigarro. Privada. Lenço humedecido. Inferno. Buraco. Queda. Fogo. Vento. Coração. Pivetes. Hálito. Esôfago. Relógio. Tulipa. Macaco. Papai. Cigarro. Água. Relógio. Slide. Meia. Tênis.

Corredor. Escada. Chave. Carro. Comanda. Prato. Alface. Beterraba. Rúcula. Mostarda. Arroz. Feijão. Lingüiça. Limão. Balança. Talher. Cadeira. Mesa. Suco. Arroto. Cigarro. Pausa... Pausa...

"Não! Não me deixe só! - Eu preciso ir, xuxu. - Fique comigo. Estamos felizes, não estamos? - Estamos, gracinha, eu te quero muito. Mas eu preciso voltar pros EEUU pra terminar com a Angelina e, assim, ficarmos juntos de vez. - Ow, Brad!"

Relógio! Comanda. Dinheiro. Balcão. Chave. Carro. Cigarro. Sinal. Carros. Carros. Vaga. Reza. Gasolina. Vaga! Chave. Porta. Papel. Caneta. Assinatura. Dinheiro. Porta.  Telefone. Mensagem. Relógio. Chave. Carro. Sinal. Carros. Faixa de pedestre. Vaga. Chave. Cigarro. Relógio. Pula. Corre. Cadeira. Chão. Poeira. Dor. Asia. Banheiro. Pinto. Box. Porta. Tranca. Calça. Pinto. Boca. Porra. Pia. Água. Cigarro. Sala. Cadeira. Chão. Poeira. Boca. Espirro. Relógio. Porta. Chave. Carro. Relógio.

Caminho...

"Ah! Eu te amo! Nós aqui, nessa moto, esse Eixão, essa cidade deserta! - I love you, darling!"

Relógio. Carro. Chave. Porta 3. Escada. Porta 2. Porta 1. Tênis. Meia. Bermuda. Camiseta. Geladeira. Comida. Cigarro. Telefone. Interfone. Troco. Pizza. Interfone. Reunião. Cigarro. Papel. Cigarro. Computador. Ata. Resumo. Relatório. Cigarro. Ofício. Doritus. Relógio. Adeus. Banheiro. Cueca. Chuveiro. Pasta. Escova. Listerine. Pijama. TV. Canal. Canais. Canais. Programas. Cigarro. Relógio. Zzzzzzzzzzz

"Amor? - Sim, amor? - Livros? Cerveja? Exercício?"

domingo, 24 de março de 2013

Notícias Quentes Sobre Violência Interior




..........

Dormir cedo para acordar cedo para bater o ponto no dia seguinte e não lembrar do dia anterior, não porque você estava bêbado, mas simplesmente porque o dia anterior foi exatamente igual e será exatamente igual ao dia seguinte!


...........


Num dos episódios de jornada nas estrelas o capitão Spok disse a sua tripulação: "Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõem a vossa vã filosofia"
O Papa pediu esta semana para fazer uma pequena participação no filme o Senhor dos Anéis, ele é fã de Tokien. Cientistas japoneses descobriram na dinamarca homens tchecoslovacos que desenvolveram uma doença paquistanesa. No México uma mulher cambojana deu a luz a seis gêmeas siamesas de pai australiano. Arqueólogos russos descobriram na Irlanda um fóssil americano que dizem ser um ancestral do palhaço Bozo.
Mickey Mouse e Bob Marley já estão entrando com pedidos de beatificação.


..........


Como é a melhor forma de morrer? Na Inglaterra, com um tiro na cabeça dado pela polícia, confundido com um terrorista e ser lembrado internacionalmente com mártire? Ou levando um tiro na cabeça em um subúrbio carioca, ser esquecido numa calçada e ser lembrado apenas numa estatística?


..........


Homicida: - Matei um, dois, esfaqueei, esquartejei, torturei e sai com o carro em alta velocidade. Fui detido por não portar habilitação.


..........


Eu tô sempre a um passo de explodir em choro. Meus olhos são como dois vulcões, com lágrimas para erupção. Eu não quero que seja assim, mas não sei porque é. Não sei porque choro, mesmo quando choro, não embarco no choro porque não quero chorar realmente. Desespero de explosão de vida não vivida. O tempo todo me sentindo que não gosto da vida que eu mesmo escolhi pra viver. Preciso mudar sempre, o tédio me consome, a vontade de fazer tudo e a dor de não fazer nada, a incapacidade e a impotência, impotência, impo-temc-ia. Palavra no passado. Palavra que as vezes me ispira a lutar quando penso que não sou nada, não me encaixo em nada, não me adapto a nada.


..........


Primeiros anos de pós-adolescência.