sábado, 12 de abril de 2014

Quem é o Inimigo, Quem é Você




como estruturar uma obra
se não temos um INIMIGO?

não ter inimigo
é algo que desampara demais...

militares, machistas, burgueses, cristãos, etc;
como é bom eleger um inimigo
e aí bater nele em suas peças!

como fica tudo mais fácil!

porque aí o artista se coloca como um objeto-vítima desse inimigo
e constrói sua obra em cima desta vitimização...

aí o SENTIDO da obra já está dado (e é obviamente reconhecível por todo mundo, "vítimas" que são...)
e o artista está eximido de perpetrar qualquer investigação profunda...

me recuso a localizar o inimigo FORA de nós;


precisamos entender que a estrutura de castração
é uma estrutura de LINGUAGEM.

não há nenhum INIMIGO
além de uma estruturação linguística
que nos determina.

falar contra INIMIGOS
como o patriarcado, a capitalismo, etc;
- ora, nada é mais alienado do que essa postura...

estamos atacando coisas
através de uma estruturação que sustenta essas mesmas coisas;
e com isso
estamos OBLITERANDO a EMANCIPAÇÃO
e dando prosseguimento à castração coletiva.

dentro desta estruturação linguística
o manifesto comunista e um comercial da coca-cola
são
exatamente
a mesma coisa
e nos mantém
exatamente
no mesmo lugar.




(texto plagiado, inventado ou mentido)

Um comentário:

  1. http://4.bp.blogspot.com/-UANviSRtrU4/UZRHTlU7rwI/AAAAAAAAKfU/4qk5aqkajRA/s640/0040.jpg

    ResponderExcluir