quarta-feira, 17 de outubro de 2012

MANIFESTO



Sou ULTRA-ROMÂNTICO cheio de ideias. Sou jovem entediado com o silêncio e as burocracias de uma chique cidade. Eu ainda quero diversão, mas não tenho aonde ir. Tenho como principal foco de ANTI-MONOTONIA os botecos da minha cidade. Botecos que fecham meia noite! Ou seja, no meio da noite. Quando o desejo dessa história de início, meio e fim estaria ganhando o seu momento de êxtasy. À meia noite é quando nossas lobas querem sair dos nossos corpos e, furiosas, gozam de seu CLÍMAX APOTEÓTICO! É quando as energias estão suficientemente calibradas para enfrentar uma jornada etílico-licérgica de emoções exageradas. A NOITE é quem permite tal cruzada. Quando os adultos dormem, os rebeldes mostram quem realmente são.

Poderíamos dizer que esse desejo juvenil não passa de uma fase da vida, ou até um capricho de garot@s mimad@s. Mas é muito difícil acreditar que essa FASE não represente um momento importante na vida de um ser humano. Não é possível que nenhum presidente, médico, operador, adulto, velho, não tenha passado por momentos em que seus corpos necessitassem de fúria e esplendor. Que seus corpos nunca tiveram uma febre descontrolável, retentora de energias cinéticas sedentas por extra-expurgação. 

Não pretendo me conformar com "achismos". Apenas tento levar em conta repetições nas múltiplas jornadas do HERÓI e da HEROÍNA. Mas posso dizer por mim:


PRECISO DE BARULHO
NECESSITO DIVERSÃO
DESEJO, DESEJO, DESEJO, DESEJO

A NOITE

PORQUE SOU UM JOVEM
ULTRA-ROMÂNTICO!


2 comentários:

  1. Não tem coisa mais romântica do que um manifesto.. : )

    ResponderExcluir
  2. muito bom. que seu desejo seja uma ordem!

    ResponderExcluir